Logo Solidcon

Psicoterapia

Minha visão do que é o ser humano e a relação que cultivo com meus clientes são fundamentadas na Gestalt-Terapia, que é a abordagem de que me utilizei durante 18 anos, logo que me formei. Em 2018, conheci o Brainspotting (PhD David Grand) e desde então é o método que prevalece em minha abordagem clínica, individual, de casal, família e grupos.

Apesar do nome, o Brainspotting é uma abordagem corporal e de sintonia entre terapeuta e cliente. Contando com a minha própria percepção, ajudo o cliente a perceber suas sensações corporais e processar conteúdos subconscientes de experiências traumáticas. O objetivo consiste em que ele possa expandir o olhar para tal experiência e possa processar, de forma Integrativa, as informações bloqueadas pelo medo, sentimento de incapacidade e evitação. 

Nesse processo, acontece uma “digestão” da memória da experiência traumática e, portanto, uma atualização psíquica, com ressignificações a níveis profundos, até mesmo inconscientes. Como nas experiências em que sentimos medo conjugado à incapacidade, congelamos; a energia, para fugir ou lutar contra a ameaça, não é utilizada, é represada. Por isso, quando entramos em contato com algo que nossa mente associou ao trauma original, nosso corpo dispara o gatilho do trauma. Então no processo terapêutico há também, uma descarga da energia retida na experiência traumática original. Tudo isso é o que permite a mudança do padrão disfuncional e remissão dos sintomas de ansiedade, pânico ou TEPT (Transtorno de Estresse Pós-Traumático).

O BSP potencializou meus atendimentos individuais, de casal, de famílias e, desde 2019, os processos de grupos, por meio do trabalho que desenvolvi chamado Meditação Bodyspotting.

Psicoterapia individual

Um processo lindo e profundo em que recebemos ajuda para cuidar da nossa casa interior. É assim que vejo a terapia individual. Do meio para o final da sessão, sempre busco criar para os meus clientes condições tranquilas de processamento. Sair da sessão com o sentimento de maior tranquilidade, é uma das metas do meu trabalho. Você pode agendar sessões avulsas, quinzenais ou semanais.

Procure-me e me conte o que está sentindo.

Psicoterapia de casal

É comum que um membro do casal intensifique o estresse relacionado ao trauma do outro. O trauma tem a sabedoria de buscar a revivescência, para nos levar à superação. Por isso, quando um casal está em crise, é comum observarmos padrões decorrentes de experiências traumáticas em ambos, que não por coincidência se encaixam perfeitamente. Adoro ver a transformação que a liberação do trauma proporciona à relação de um casal. A primeira sessão é sempre uma entrevista com 2 horas de duração. As sessões seguintes, são individuais, realizadas por ambos quinzenalmente. Trato o trauma de cada um, buscando o resultado no terceiro membro que é o casal. Periodicamente, de acordo com o processo, fazemos um novo encontro duplo.

Psicoterapia de família

A família é um microssistema muito poderoso, que interfere na forma como nos relacionamos fora dela, por que é fonte de traumas de desenvolvimento. Portanto, é de onde surgem nossos padrões de comportamento e sentimento mais difíceis de serem liberados. Minha formação e experiência no atendimento a famílias enriquecem muito todos os meus trabalhos, porque frequentemente é nas relações familiares que constituímos mais intensamente nossa existência. Caso você tenha uma temática compartilhada com sua família, fazemos uma entrevista de duas horas e seguimos com encontros individuais quinzenais, para que cada um possa ir a fundo em processos que vão refletir no que é comum, no dia-a-dia. Eventualmente podem ser importantes encontros de duplas ou trios de membros da família.

Psicoterapia com crianças

Atendo crianças investigando se há traumas e padrões de relacionamentos que possam estar na raiz dos sintomas. Manejo o processamento do trauma, ofereço psicoeducação e orientação. O trabalho é feito com a família e com sessões limitadas, até que eu possa fazer um encaminhamento, caso seja necessário, para um psicólogo (a) infantil e/ou outros especialistas.

Tradicionalmente costuma acontecer assim:
1º Atendimento com os pais
2º Mãe, pai e criança
3º Criança sozinha
4ª Mãe
5º Pai
6º Mãe e Pai: Avaliação do processo e resultados alcançados. Indicação de qual melhor caminho para seguir.

Psicoterapia de grupo

Meu trabalho com grupos tem o objetivo de melhoria de performance, por meio da Meditação Bodyspotting. O grupo funciona como um recurso, por meio do compartilhamento da experiência no uso do meu método de meditação terapêutica. Há também um enriquecimento consciencial, porque a história de um membro do grupo, colabora para o processamento e experiência de outro membro.